quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Top 10 itens mágicos mais poderosos!


Muitas dúvidas são geradas quando tentamos comparar muito itens mágicos aos quais fizeram parte de nossa história, infância, literatura e até mesmo filmes.
Pensando nisso fiz uma lista para idealizarmos e comparar o poder de alguns itens. Lembrando que nesse post não mencionamos itens mágicos de games e nem animes, apenas filmes, desenhos antigos, contos já existentes e literatura. Não irei citar nenhum artefato presente em universo de super heróis. Então vamos lá, e escolha o seu "precioso" !



10 - Espada de Grayskull


Tal artefato pode ser encontrada no desenho antigo "he-man", e a mesma é utilizada pelo príncipe Adan. A Espada de Grayskull tem esse nome por ter sido a arma principal de um rei mitológico (chamado Grayskull) falecido há muitos séculos. Dizem antigas lendas que Grayskull, quando vivo, empreendeu uma longa caçada às forças do mal, buscando bani-las para todo sempre dos reinos. Dotado de grande força e poder arcano, a arma conferia ao lendário rei fabulosos poderes secretos, entre eles força física sem igual e a capacidade de resistir a ferimentos que, de outro modo, matariam um homem normal.
Ao invocar os poderes da espada o portador se tornaria o avatar do Rei Grayskull, obtendo características físicas sobre humanas!



09 -  Excalibur


A Excalibur fora citada diversas vezes em muitos contos por aí a fora, mas em todos deles o mais comum é "que aquele que remover a espada da pedra se tornará rei". Sim, é um poder simbólico mas por outras versões podemos ver que essa espada não é somente isso. 
Em As Brumas de Avalon, Excalibur é um presente da Dama do Lago, sacerdotisa de Avalon, e era acompanhada por uma bainha que protegia o usuário contra ferimentos letais. Na trilogia Crônicas do Rei Arthur, de Bernard Cornwell, Excalibur fora forjada pelo próprio pai da magia, Merlin, e  quando fincada no chão era possível que espíritos viessem em seu auxílio. Na primeira batalha do livro, Arthur contra um dos comandantes da guarda de Dumnonia ele finca a espada no chão, e por coincidência ele consegue vencer o inimigo.
Outros contos vão muito além disso endeusando tanto a espada que com ela é possível desacelerar o tempo enquanto você bate ( Caso do filme Rei Arthur: A Lenda da Espada ) e afins.


08 -  A espada justiceira



A espada justiceira é EXTREMAMENTE PODEROSA. A lâmina  é tão afiada que pode cortar pedra e fortes blocos ( no desenho podemos notar a explosão de partículas quando isso acontece. Será que a magia pode ser levada a nível molecular? ), além disso a mesma não entorpece e é indestrutível. Também é capaz de alterar o comprimento, facilmente guardada como punhal e na hora de guerrear ela retoma o tamanho de uma espada normal. A justiceira é capaz de produzir poderosas explosões de relâmpagos azuis e uma poderosa explosão vermelha quando utilizado o olho de Thundera, ao qual através dele permite o usuário ter visões clarividentes de certos lugares.
A espada também possui magia que não permite que criaturas das trevas à manejem e através de desconhecidos a espada tem a capacidade de sentir a bondade nos outros e não permitirá o portador prejudicar pessoas que sejam boas.


07 -  O Santo Graal



Um conto que foi passado a muito tempo antes de cristo relatava que o Graal era um caldeirão que poderia dar novo sabor a alimentos, vida e vigor as pessoas. E neste contexto o Caldeirão mágico que traria novamente vida e prosperidade num período de miséria, passou por cristianização com os anos e acabou sendo designada normalmente como hoje conhecemos: o cálice usado por Jesus Cristo na Última Ceia, e onde, na literatura, José de Arimateia colheu o sangue de Jesus durante a crucificação
Ele está presente nas Lendas Arturianas, sendo o objetivo da busca dos Cavaleiros da Távola Redonda, único objeto com capacidade para devolver a paz ao reino de Arthur. Além disso possuem outras versões onde o graal poderia realizar um desejo de quem o encontrou, qualquer desejo seria realizado pelo mesmo. 
Mesmo assim, um artefato que pode trazer a paz ou realizar um desejo qualquer, é sem dúvida um item muito precioso!



06 -  O vira tempo


Um Vira-Tempo é um relógio especial no qual um feitiço de reversão de horas foi colocado, para maior estabilidade. É um dispositivo usado para a viagem no tempo, e que se assemelha a uma ampulheta em um colar. O número de vezes que se vira a ampulheta corresponde ao número de horas uma volta no tempo.
Um item extremamente poderoso podendo salvar o mundo diversas vezes de situações, aliás, se você sabe que aquilo vai acontecer você pode voltar e impedir, poderá avaliar as probabilidades de coisas acontecerem e etc. Porém a viagem no tempo é algo muito perigoso e uma decisão errada na linha do tempo pode alterar todo um futuro, ocasionando em diversas catástrofes e paradoxos.
É tão perigoso que fica a pergunta: Será que valeria o risco possuir tal artefato? 


05 -  A pedra filosofal 

A pedra filosofal fora muito procurada em nosso mundo, e muitos até mesmo tentaram a produzir de maneira artificial mas obviamente nunca conseguiram. Este artefato foi citado também no livro " Harry Potter e a pedra filosofal " onde a mesma teria sido criada por Nicolas Flamel.
A pedra filosofal é um objeto ou substância lendária com poderes incríveis, capaz de transformar qualquer metal em ouroSegundo as lendas, a pedra filosofal também poderia ser usada para criar o Elixir da Vida, que tinha a propriedade de prolongar a vida da pessoa que o bebesse. Caso a pessoa continuasse com a pedra, a mesma poderia adquirir  vida eterna.

04 -  Os anéis do poder



Os Anéis do Poder eram artefatos mágicos na obra de J.R.R.Tolkien. A sua existência é introduzida pela primeira vez em O Senhor dos Anéis, com o seguinte poema, contado a Frodo Bolseiro por Gandalf:

"Três Anéis para os Reis-Elfos sob este céu,
Sete para os Senhores-Anões em seus rochosos corredores,
Nove para os Homens Mortais fadados ao eterno sono,
Um para o Senhor do Escuro em seu escuro trono
Na Terra de Mordor onde as Sombras se deitam.
Um Anel para a todos governar, Um Anel para encontrá-los,
Um Anel para a todos trazer e na escuridão aprisioná-los
Na Terra de Mordor onde as Sombras se deitam."

Por causa desse poema, muitas vezes os Anéis são referidos apenas como os Três, os Sete e os Nove, assim como o Anel de Sauron, chamado de o Um. As linhas inscritas no Um Anel (em negrito acima) foram pronunciadas por Sauron quando ele o forjou. Os ferreiros élficos o ouviram cantar e, ao tomar ciência de seu plano maligno, tiraram seus próprios anéis para frustrá-lo.
O propósito inicial, e também o poder, de todos os Anéis feitos pelos Elfos era o de curar, construir e compreender. Os Anéis aparentemente davam ao seu usuário a visão de coisas geralmente ocultas. Até Sauron criar o um anel na intenção de dominar todos os outros anéis e assim tomar o mundo.
Não vou explicar muito sobre isso, só vou deixar aqui na lista. Essa teme é grande demais e muito profundo para explicar ele por completo aqui na lista. Mas saibam que esses anéis não são fracos, são EXTREMAMENTE PODEROSOS, e quem leu ou viu o senhor dos anéis poderá ter uma certa imaginação e conhecimento sobre tamanho e tal poder destes itens.

03 -  As relíquias da morte


No universo de Harry Potter existiam três irmãos que quando estavam para atravessar um rio turbulento usaram magia para conjurar uma ponte, mas quando estavam para chegar ao outro lado uma figura encapuzada apareceu. A morte Estava zangada por ter sido defraudada em três novas vítimas, pois normalmente os viajantes afogavam-se no rio. Mas a Morte era astuta.
Fingiu felicitar os três irmãos pela sua magia e disse que cada um deles havia ganho um prémio por ter sido suficientemente esperto para a evitar.
E assim, o irmão mais velho, que era um homem combativo, pediu uma varinha mais poderosa que todas as que existissem: uma varinha que vencera a Morte!
Depois, o segundo irmão, que era um homem arrogante, decidiu que queria humilhar ainda mais a Morte e pediu o poder de trazer outros de volta da Morte. Então a Morte pegou numa pedra da margem do rio e deu-a ao segundo irmão, dizendo-lhe que a pedra teria o poder de fazer regressar os mortos.
O irmão mais novo era o mais humilde e também o mais sensato dos irmãos, e não confiava na Morte. Por isso, pediu qualquer coisa que lhe permitisse sair daquele local sem ser seguido pela Morte. E esta, muito contrariada, entregou-lhe o seu próprio Manto de Invisibilidade.

Olhando os itens de maneira separada parecem itens mágicos comuns, mas não é isso que o livro conta. É dito que quando a pessoa consiguir as três relíquias ela se tornará o senhor da morte, tendo a varinha das varinhas será o bruxo com as magias mais poderosas da terra, possuindo o manto da invisibilidade poderá fugir até mesmo da morte, tendo a pedra da ressurreição poderia trazer os mortos novamente a vida.
O poder é gigantesco, e sendo utilizado pela pessoa errada pode ter certeza que o mundo nunca mais será o mesmo! 


02 -  O Necronomicon, "Livro das Leis Mortas


Necronomicon ("Al Azif", no original árabe) é um livro fictício criado por H.P.Lovecraft, autor estadunidense de ficção científicahorror e literatura fantástica. Segundo o próprio, o Necronomicon teria sido escrito em Damasco por volta de 730 d.C. por Abdul Alhazred, um poeta árabe louco originário de Sanaa, no Iémen. 
O livro está na lista dos dez livros mais perigosos do mundo e sua venda em muitos lugares é restrita, embora o autor afirmasse que não passasse de uma obra de ficção muitos não acreditavam e levavam fé que o livro fosse real.
O livro repercutiu tanto que sua fama se espalhou e logo em diversos livros de RPGs e também games o mesmo foi encaixado. Mas o que ele faz para ter sido banido e repercutido tanto?
Alegadamente, o Necronomicon é um grimório onde são descritos numerosos rituais para ressuscitar os mortos, contactar com entidades sobrenaturais, viajar pelas dimensões onde habitam estes seres, trazer de volta à Terra antigas divindades banidas , aprisionadas e etc. É mencionado ainda que a sua simples leitura basta para provocar a loucura e a morte.


01 -  A lâmpada mágica


Na Cultura árabe os gênios da lâmpada podem ser bons ou maus e estão fadados a servirem seu amo até que três desejos sejam cumpridos. Aquele que achar a lâmpada poderá realizar três desejos, tendo a limitação de não matar alguém, não fazer outra pessoa se apaixonar e nem ressuscitar mortos. Isso significa que: Caso o portador da lâmpada mágica tenha lido este artigo ele pode pedir qualquer um dos itens mágicos citados à cima, e assim ele terá e fará o que quiser.
E isso não para por aí, o mesmo pode desejar a imortalidade, exílios, destruição de sois e lugares, poderes ilimitados (já pensou escolher onisciência, onipotência e onipresença?) outros afins que para nós, meros mortais, seriam mais que impossíveis. Portanto acredito que a lâmpada mágica seja o item mais poderoso dentre todos citados à cima.
-------------------------------------

E aí, gostou da lista e acha que algum item ficou de fora ?
Deixe nos comentários, fique por dentro de todo conteúdo que rola aqui no blog antes de todos!
Se inscreve no blog e seja notificado sempre quando sair conteúdo novo!

Um comentário:

  1. Mjolnir, a Caixa de Pandora e o Tridente de Poseidon poderiam muito bem figurar na lista.....

    ResponderExcluir